//Remove image title mouse hover

Vai viajar com seu cachorro? Esse post é para você!

Índice O seu cachorro também se tornou um membro da família? Na maioria das casas sim.Para que o passeio aconteça, duas coisas são as chaves principais: planejamento e preparação 😉.De…
Vai viajar com seu cachorro? Esse post é para você!

8 de maio de 2022

Tempo de leitura: 6 min

Aproveite melhor MAIS viagens gastando MENOS tempo e dinheiro

Os 10 passos para você programar rapidamente suas viagens sem dores de cabeça e ainda economizar tempo e dinheiro.

Clique na imagem e adquira o curso!

Vai viajar com seu cachorro? Esse post é para você!

O seu cachorro também se tornou um membro da família? Na maioria das casas sim.

Portanto, na hora de sair de férias ou aproveitar um feriado prolongado, esses bichinhos têm espaço garantido no passeio de forma segura e divertida para todos. Mas como fazer isso da melhor maneira possível?

Para que o passeio aconteça, duas coisas são as chaves principais: planejamento e preparação 😉.

👉 Documentos, tipo de transporte, cuidados antes e durante a viagem… Todos esses detalhes serão explicados por aqui. Confira.

Evite estresses desnecessários.

Os cachorros são animais domésticos e possuem uma rotina na qual já estão acostumados, ou seja, é preciso de muita cautela ao decidir levá-los para os passeios, a fim de evitar o mínimo de estresse para eles 🐶. 

Vamos aos cuidados:

👉 Antes de qualquer coisa é preciso decidir qual será o meio de transporte escolhido: carro, avião ou ônibus?

De carro

Vai viajar com seu cachorro? Esse post é para você!

A maneira mais segura de viajar com seu cachorro de carro é garantindo que eles estejam presos, ou seja, estarão protegidos em casos de freadas bruscas. Para os cães de até 10 quilos, os assentos são excelentes opções.

Mas se ele possuir mais de 10 quilos, é ideal transportá-lo com um cinto de segurança durante toda a viagem.

⚠ Lembrando que por lei, o animal deve ir sempre à direita do motorista!

Se o seu cachorro já está acostumado a andar de carro por muito tempo, viajar com ele não será um problema em relação ao estresse causado no bichinho.

Mas se você não tem esse costume, comece a levá-lo em passeios de carro no dia a dia para que ele esteja mais familiarizado com a situação – mesmo sabendo que a viagem durará mais tempo, não será uma situação muito diferente para ele.

Como fazer para acostumar o seu pet com viagens?

Comece com percursos curtos e em horários agradáveis para que ele se acostume a ficar no banco de trás e preso na cadeirinha ou com o cinto de segurança. Dar petiscos dentro do veículo também é uma boa para que ele se acostume com mais facilidade.

Esses “testes” servem para, além de introduzir o costume no seu cachorro, também para que você verifique todos os equipamentos e realize as regulagens necessárias antes de pegar a estrada.

Alguns animais precisam de medicações nesses momentos para evitar que fiquem ansiosos e enjoados. Faça uma visita a um veterinário de confiança para verificar se há necessidade.

Lembre-se de investir em capas de assento, pois elas são muito úteis tanto em viagens longas como passeios mais curtos. Elas protegem o estofado de farelos das guloseimas caninas, patas úmidas, pêlos e eventuais vômitos, xixis e cocôs que eles possam fazer.

Vai viajar com seu cachorro? Esse post é para você!

Essas capas além de manter os bancos sempre limpos, ainda oferecem mais conforto para o pet.

Invista em acessórios de muita qualidade para que o seu cachorro viaje com o máximo de conforto.

Cuidados essenciais durante a viagem:

– Não esqueça da hidratação.

Os cães costumam ficar desidratados rapidamente em veículos. Seja com ou sem ar condicionado. Deixe a água do seu cachorro dentro do cooler para que mantenha o frescor e a temperatura.

Você pode levar recipientes que ocupam menos espaços ou a própria vasilha que o animal já tem o costume de beber em casa.

Programe pausas no percurso tanto para que o cachorro possa beber água, como para dar uma “esticada” e fazer suas necessidades. E lembre-se de nunca deixá-lo sem coleira.

Vai viajar com seu cachorro? Esse post é para você!

– Além dos lanchinhos, claro.

Não é para exagerar na quantidade de alimento, ofereça apenas algumas guloseimas como petiscos, frutinhas e ossos para roer.

Tente dar nos mesmos horários que ele está acostumado para evitar que ele fique com fome e desconfortável.

– Abra a janela de tempos em tempos.

Se seu cachorro já gosta de passeios de carro, é quase certo que ele adora colocar o focinho para fora.

Por isso, vez ou outra, quando o tráfego permitir e você estiver em baixa velocidade, abra as janelas para que ele possa sentir a briza.

E mais importante, nunca deixe o animal sozinho no carro. 

Se o seu cachorro ficar muito nervoso e inquieto, pare o carro, dê uma passeada e converse com ele a fim de que ele se tranquilize. Só depois volte a pegar estrada.

De avião

Vai viajar com seu cachorro? Esse post é para você!

Quando a viagem for feita de avião, o tutor do animal deverá apresentar as seguintes documentações:

✅ Comprovante de vacina contra raiva aplicada pelo menos 30 dias antes de viajar.

✅ Atestado de boa saúde emitido há 10 dias por um veterinário inscrito no CRMV .

Para viagens internacionais, é preciso além:

✅ Certificado Veterinário Internacional (CVI) — emitido pelo site do Governo Federal (em caso de viagens aos EUA).

Para demais destinos, a emissão pode ser feita no aeroporto ou em unidades do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional até 10 dias antes do embarque.

Além do passaporte para cachorro, também emitido pela Vigiagro – necessário para todas as viagens internacionais.

Confira a página de algumas companhias com as informações específicas de cada uma:

Gol | Azul | Latam | Avianca

Alguns destinos solicitam microchip, comprovante de vacinação e sorologia da raiva.

Alguns cachorros são transportados dentro de caixas de transporte espaçosas e arejadas, em um espaço adequado e outros dentro da cabine do avião, deitados embaixo do assento da frente. Depende do porte e da raça do animal.

⚠ Atenção: Antes de comprar as passagens, procure indicações de amigos e avaliações da empresa em sites e nas redes sociais. 

Algumas raças são terminantemente proibidas de viajar em qualquer espaço do avião, como o Pitbull. 

Pergunte com antecedência sobre taxas e políticas específicas na companhia aérea escolhida e confirme novamente 48H antes do voo.

– Alimente seu cachorro antes do embarque.

– Passeie com ele algumas horas antes de levá-lo ao aeroporto.

– Chegue no mínimo com 2H de antecedência.

⚠ Se o animal estiver doente, agressivo ou estressado, a companhia aérea poderá se negar a fazer o transporte.

De ônibus

Vai viajar com seu cachorro? Esse post é para você!

Para viajar de ônibus com o seu animalzinho, é preciso de:

✅ Atestado de boa saúde emitido há 15 dias por um veterinário inscrito no CRMV.

✅ Comprovante de vacinação recente que comprove a vacina antirrábica e polivalente.

✅ Transportar em uma caixa de transporte ou comprar uma passagem para que ele vá na poltrona ao seu lado (a depender do animal). Algumas empresas permitem que o animal vá no colo do tutor (dentro da caixa) e não seja necessário comprar uma segunda passagem.

Mas existe um limite de quantidade de animais permitidos e peso. Apenas dois animais podem ir em cada viagem e cada um deles deve pesar no mínimo 10 quilos.

Verifique de acordo com a sua região e com a companhia escolhida se há outra exigência necessária para o embarque.

Outros cuidados básicos:

Você precisa levar:

✔ Quantidade extra de medicação e suplementos de uso diário do seu pet;

✔ Brinquedos e cobertor favoritos dele;

✔ Caixa de transporte pois alguns locais no destino podem solicitar para permitir a entrada do animal;

✔ Bebedouros e comedouros;

✔ Tapetes higiênicos;

✔ Shampoo para banho;

✔ Ração (ou alimentação natural) e petiscos;

✔ Coleira com peitoral.

Prontos para diversão? 

8zVqHO0GVFl0uWXUxwreqwZjdT9LnUpRxqjS1chGDbRJZAj7kSzGudY 57DgcY95pp8iPOeCe1jNd0iO 0j XJCJwqNCcfDo JHdiUKyIRFuiVUzHWWM1LlV3wVkF0IGIaIkvFQ

Lembre-se de tirar várias fotos, para que essa aventura fique marcada para sempre com recordações muito bonitas.

Documente toda a viagem com uma espécie de “diário a bordo” no instagram ou outra rede social, as pessoas irão amar acompanhar a viagem de vocês.

Antes de sair de casa, pesquise hotéis e restaurantes pet friendly para não ter que ficar pesquisando e perder tempo útil durante a viagem. Além de claro, um veterinário na região.

Se está planejando vir para o Vale do São Francisco, clica aqui para ler o post que preparei sobre restaurantes que aceitam o seu animalzinho com todo o carinho do mundo.

Curtiram o post? Comenta aqui para onde você e o seu pet já foram juntos 🤗🐶

Sobre a Autora

Sou turismóloga e assessora de Marketing, apaixonada por viagens! Aos 12 anos morei em Petrolina (PE), mas só durou 6 meses! Meu pai já trabalhava no Vale do São Francisco, mas a família não se adaptou… Retornamos para Recife, mas meu pai seguiu indo e vindo Recife/Petrolina. Alguns anos depois a família retornou para o Vale, mas eu só retornei em 2006, casada e com um filho de 2 anos (Caio). Desde então, não saímos mais!! Tivemos uma filha petrolinense em 2008 e amamos morar em Petrolina! Amamos o Vale do SF!!

Posts Relacionados

Newsletter

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.